terça-feira, 26 de junho de 2012

Texto: Pensamentos de uma aula de matemática



Era aula de matemática porém o conteúdo não era relevante (Alguma vez foi?). Enquanto o professor explicava como calcular a área do triângulo , eu me debruçava sobre a carteira e fazia cara de que estamo entendendo tudo (fazia a mesma cara para no mínimo umas quatro matérias). Olhos na lousa e mente em um lugar bem diferente.
Em minha mente estava deitada sobre uma toalha estendida na grama de um parque , o sol iluminava e esquentava meu corpo e eu sorria. Sorria por estar ali fazendo absolutamente nada do lado dele. Às vezes você pode estar no melhor lugar do mundo que não irá valer nada se você não puder compartilhar com alguém especial. Virei-me de lado e fiquei assitindo-o sorrir de olhos fechados. Sorria pela companhia ou pelo calor do sol? Com dedos cruzados apostei minhas fichas na primeira opção. Ele virou e sorriu mais ainda. Aquele sorriso não saia da minha cabeça. Podia estar andando na rua , tomando sorvete ou adormecendo em um trajeto de carro e o sorriso permanecia comigo. 
Queria levá-lo para casa. Mas não para levá-lo a cama , era algo especial e não desesperado e do momento. Queria assistir os meus filmes favoritos com ele , queria cobri-lo com o cobertor quando adormecesse e acordá-lo com uma xícara de chá. Abraçá-lo e não soltar mais , me sentir amada e protegida. Será que é pedir demais?
Mas a vida continua dificultando as coisas. Se fosse fácil , apertar apenas um botão e fazer tudo acontecer , pois parecia que tudo acontecia tão rápido. Li uma vez que a paixão dura apenas quatro meses e se passar disso você está amando. Quanto tempo faz mesmo? 1,2,3 ... problema a vista. Será? 
Não sabia. Nunca soube. Isso nunca tinha acontecido antes , não sei como me livrar desse problema. Mas não vejo como problema ... vejo como ... Como vejo? Vejo como um plano impossível. Era mais provável convencer alguém a me bancar uma viagem á Londres do que ser honesta sobre meus sentimentos com ele. Não valia a pena , então fico deixando para trás.
O irritante é ficar guardando para mim. Sou dessas que você nunca sabe se está gostando de alguém , você nunca sabe de quem gostei ou quem tive uma pequena queda. O segredo é ver pelos detalhes , ver quem eu sou gentil e carinhosa (mesmo que eu chame de idiota e brigue , até porque faz parte). E é ai que eu me preocupo se todo mundo repara no jeito que eu olho pra ele. Existe uma placa dizendo "NOOOOOOOSSA TO MUITO A FIM DELE"?. Porque de mim vocês não vão saber.
Acordo do sonho com meu professor ditando os exercícios a serem feitos. Como é que se faz isso? Acho que tenho que prestar mais atenção na matéria. Calcule a área intera do triângulo ... Olho para o exercício esperando que ele se resolva , e apenas volto a sonhar acordada
xoxo
Stephanie Ramos
P.S: Já escrevi 100 posts no blog. Wow! Não acredito! Obrigada a todo mundo que lê , divulga e indica , cara de coração! Quase 6.500 visualizações até agora que pra mim é muito! MUITO OBRIGADA! Sempre aberta a sugestões ok?

0 comentários:

Postar um comentário