quarta-feira, 17 de julho de 2013

Dias de solidão

O salto do coturno faz barulho cada vez que ela dá um passo pelo chão. O mau humor em seu rosto é visível , mas logo vai passar , tudo vai passar.
Quando entra na cafeteria e pede um café com chocolate (sem açúcar, por favor) não percebe os olhares que atraiu. Ajeita o cardigã e checa o celular a procura de alguma notícia , alguma mensagem , alguma coisa.
Quando seu café fica pronto , dá um sorriso e agradece ao atendente , só quer sair logo de lá.
Chega á tempo de pegar seu ônibus e consegue seu lugar favorito: a cadeira do lado da janela. Enquanto admira a arquitetura das dezenas de prédios que passam tão rápidos a ponto se se parecerem borrões , ela se concentra em cada palavra da música que está ouvindo.
Só quer desaparecer , quer que a dor vá embora , não quer se sentir sozinha , quer especialmente que hoje o ônibus demore toda a eternidade para chegar a seu destino.
È mais um daqueles dias. Um dos muitos dias que a assombram , os dias em que se sente sozinha. Sozinha , sem paciência , nostalgica. sua playlist vai de mal á pior na escala de depressão. 
Insensível
Assim como a música é assim que ficará o resto do dia , apenas tolerando as coisas , querendo desaparecer , se questionando o por quê das coisas não poderem ser melhor , querendo voltar aos dias de alegria no passado. Cega pela nostalgia.
"Por Que é que comigo não pode ser igual?"
Parece ser sempre assim , nada de normal á atinge , por mais que queira. Conforme os anos está ficando mais amarga. Os amigos confundem sua solidão com apenas distração , aquelas das muitas que ela tem quando sonha acordada com algo mais interessante que sua vida.
Coça os olhos feliz pelas lagrimas ainda não terem caído por seus olhos. Há olheiras gigantes de noites mal dormidas , livros interessantes e insônia normalmente acompanhada de crise existencial.
Mas um dia. Mas conforme as horas passam o sentimento passa também. Em algum momento do dia ela vai chorar. Chorar muito , muito mesmo. Depois que chorar até secar a mágoa de sua alma , vai secar as lágrimas com as mãos e ficará em silêncio.
E quando chegar em casa , depois de jantar e tomar um banho vai dormir , dormir tão bem que quando acordar no outro dia não se sentirá cansada. 
E será um dia melhor , um dia de memória porque afinal de contas o mundo girou e tudo passou.
xoxo
Stephanie

0 comentários:

Postar um comentário